Ratinho - El Saldo Lodge

Meus amigos retornar neste país estar ao lado de pessoas renomadas da pesca esportiva desta ultima  pescaria realizada no El Salto - México não tem preço, novas amizades, experiencia e uma grande troca de informações incríveis  da pesca do Black Bass obtive através de  Juan Antonio Pérez Figueroa, Yaisa Corrales ambos pescadores mexicanos e nosso grande amigo pescador Johnny Hoffimann apresentador do programa Momentos da Pesca ainda mais nossa grande revelação da pesca esportiva Paula Mazzuch e Eu apaixonado pelo esporte da  pesca, nós brasileiros sempre bem recebidos neste país fomos conhecer o El Salto Lodge cujo proprietário uma pessoa muita dedicada com a preservação do Black Bass e demais peixes desta magnifica represa chamada de El Salto.
Nesta nova aventura começando a partir do aeroporto de São Paulo rumo a Manaus e de lá após encontrar com os amigos brasileiros, viajamos para Miami com conexão para o México onde os amigos mexicanos nos aguardavam calorosamente e nos foram apresentados sua loja de pesca onde podemos adquirir alguns reforços de materiais de pesca bem como trocar idéias num bom papo descontraído sobre como seria  nossa pescaria.

Ansiedade de chegar o dia seguinte e viajar para Mazatlan e rumar para El Salto distante duas horas e conhecer este lodge e passar quatro dias de pesca era muito grande por todos principalmente iniciar nossa pescaria logo no amanhecer do dia seguinte. Ao chegar nesta grande estrutura de pesca fomos recepcionados com margueritas ou pina colada bebidas tradicionais mexicanas e nos foram apresentados todos seus colaboradores bem como as dependências da pousada, tudo perfeito para passar uma ótima semana e desfrutar grandes momentos, a pescaria do Black Bass e saborear a culinária local com seus tradicionais pratos  oferecida no café da manha, almoço e janta em perfeita harmonia.
Eram oferecidos para os hóspedes todos os dias durantes almoço e jantar um prato de entrada e logo em seguida um prato com sua comida principal, bebidas a vontade e sobremesa diversas tortas e sorvetes.
Toda gastronomia preparada diariamente pelos colaboradores do lodge.


Foco principal nossa pescaria, meus equipamentos varas Venator 6.6" de 20 lb com carretilhas Venator abastecidas com linha de Fluorcarbon 20 lb e uma vara Majorcraft 6.6" de 20 lb com uma carretilha Shimano Cronarch abastecida também com Fluorcarbon 20 lb e diversos iscas para todas as modalidades para captura do Black Bass.
Acostumado em pescar nas modalidades tradicionais Texas, Wacky, Flórida e Carolina, nosso amigo pescador mexicanos Juan Antonio nos ensinou mais um método de pesca os quais obtivemos grandes resultados nas fisgadas o qual é chamado por ele por Freejig arrastando um soft bait no fundo da represa fazendo movimentos bem leves e atraindo o peixe.
Muitos peixes foram capturados nesta modalidade e fica a dica para quem curti pescar este tão cobiçado Black Bass.
Nossos guias muitos experientes Oscar e Penha vários doublês foram fisgados como podemos ver nestas lindas fotos:


Pescar ao lado dos pescadores mexicanos como Juan Antonio e Yaisa Corrales  uma honra boas fisgadas  também foram conquistadas:
Como também tive o prazer de pescar ao lado da mais nova revelação da pesca esportiva, a brasileira Paula Mazzuch, ótimas fisgadas de Black Bass tivemos durante pescaria:
Como também nos demais dias muitas ações foram conquistadas como também novas técnicas de captura e usando diversos baits muitos troféus de  Black Bass foram fisgados:







No meu ponto de vista, estar neste lugar pela segunda vez em El Salto o paraíso dos Black Bass e ver algumas residencias com arvores esculpidas com imagens do peixe e sentir de perto a importância da preservação e a conscientização de todos que esta espécie tem que ser bem cuidada para que o turista do mundo inteiro que curti a pesca esportiva possa estar e observar de perto a quantidade de peixes que contem na represa vale muito a pena conferir e frequentar este magnifico local frequentemente.
Nesta nova experiencia, conhecer este El Salto Lodge valeu muito a pena conferir e passar grandes momentos e principalmente conquistar novas amizades e compartilhar todos assuntos da pesca esportiva e passar as experiencias e os desafios conquistados. Portanto Eu como um pescador esportivo estarei presente aqui em El Salto para futuras pescarias e com muita certeza indico a conhecer este lodge e ter o prazer de desfrutar grandes momentos e experiencia da pesca esportiva do Black Bass.   
                                                                                                                               


Ratinho - Tucuna.com Barcelos-AM

Minha segunda pescaria deste ano foi a bordo deste maravilhoso barco hotel Tucuna.com na região de Barcelos no estado do Amazonas, uma equipe a bordo muito bem preparada e muito organizada pelo capitão Oliveira, um barco simples mais muito legal e oferece bom conforto aos pescadores.
Após nossa chegada rumamos ao Rio Demeni afluente do Rio Negro onde passamos uma semana pescando nas lagoas e no próprio rio.
Já era esperado por mim e meu parceiro Fabinho que não seria uma pescaria fácil com grandes quantidades de fisgadas, mas bons resultados foram obtidos.
O principal também desta pescaria foi conhecer novas amizades uma turma boa de pesca o qual era primeira vez deles na pesca na região e boas fisgadas eles obtiveram também.
Partimos de São Paulo rumo a Manaus e sempre hospedado no Hotel Quality ao lado do Shopping Manauara onde podemos saborear um bom almoço de comida tipica amazonense e repor algumas tralhas de pesca na Loja Sucuri, descansar a tarde e noite não deixar de ir no restaurante Morada do Peixe e comer costelas de Tambaqui e o delicioso Pirarucu. Logo no dia seguinte bem cedo partir para Barcelos, estar neste lugar a ansiedade mata qualquer pescador.
Sempre com meus equipamentos varas Redai e Venatur ambas de 17 e 25Lb, carretilhas Venatur Lite e Shimano Caenan abatecidas com linha 8 fios Power Pró e leader Seaguar de 50 lb e diversas iscas de hélices, superfícies, meia água e jigs após ter acomodado toda nossas bagagens no barco e saboreado um delicioso almoço partimos para nossos primeiros arremessos consequentemente alguma fisgadas surgiram de peixes pequenos e médios.  
                                                                 O importante para nós é o que viria durante semana explorando diversas lagoas e barreiras para chegar até nelas onde a probabilidade de fisgar um gigante Tucunaré poderia estar confinado lá dentro no seu habitat.
Muito trabalho em chegar e passar pelos igarapés devido a seca, mas mesmo assim as principais as quais conquistamos conseguimos obter ótimas fisgadas.  


Boas fisgadas foram trabalhos de hélices, superfícies e as vezes jigs, e o ataque voraz do Tucunaré deixa qualquer um louco.





Um mais lindo do que outro, sua coloração fascina qualquer um, além de estar na casa deles ai a gente pira, não dá para dar trégua durante o dia inteiro, cada vez queremos mais, um esporte de deixar louco para quem curti a pesca esportiva.
Existem outras espécies mais o foco sempre é fisgar um lindo bocudo e meu parceiro e eu conseguimos fisgar e ter em nossas mãos grandes troféus mesmo com tantas dificuldades que enfrentamos para chegar até as principais lagoas, vale a pena sempre.
                                                                                                                                                                                                                            O que é muito interessante neste barcos hotéis na região amazônica é a noite do luau onde possamos saborear um delicioso churrasco e compartilhar entre amigos e tripulação toda experiencia da pescaria durante nossa estada.



Por fim pena o que é bom passa muito rápido, não tenho duvidas estar neste confortável barco hotel vai fazer parte  das minhas próximas pescarias na região de Barcelos tanto é que já reservei para 2019.
Vale muito a pena conhece-lo e quando é muito bom eu indico. Agora retornando para meu lar e já pensando no meu próximo desafio outro tipo de pescaria que eu passei a curtir bastante, fisgar um BlackBass no México. 

Ratinho - Rio Vichada - Colômbia

Meus amigos pensem num lugar totalmente selvagem e ficar uma semana morando numa comunidade indígena colombiana, esta foi minha primeira aventura deste ano. Quando recebi o convite pela 3H Fishing desta pescaria, adrenalina já corria nas veias, acostumado em pescar em barco hotéis e pousadas onde a estrutura é bem diferente, estar numa aldeia e conviver com o povo da mesma, digo que é bem estilo aventureiro e do jeito que eu gosto. Situada as margens do Rio Vichada afluente do Rio Orinoco onde as margens se dividem em dois países um lado Colômbia e outro Venezuela,  distanciado a cinco horas de lancha rápida da cidade Puerto Inirida estava lá, uma aventura e pescaria ótima para inicio do ano. 

Tudo organizado pelo pessoal da 3h Fishing e Ajero Dias da Tucunaré Lodge Colômbia partimos de São Paulo a Bogotá e logo no inicio do dia seguinte rumo a Cidade de Puerto Inirida as margens do Rio Inirida outro afluente do Rio Oniroco rumamos numa lancha rápida uma viagem de cinco horas.Viagem bem descontraída onde tive a oportunidade de fazer novas amizades uma turminha muito boa de pesca do Tucunaré o qual era nosso peixe favorito em fisgar como outras espécies de couro e Cachorras.
Bom papo e  bebendo uma boa cerveja da região durante viagem, ao chegar na comunidade fomos recepcionados pelos índios e após os cumprimentos e apresentação dos guias para as duplas, tudo começou a se ajeitar e adaptar ao local.
Utilizando meus equipamentos habituais com varas Redais 17lb e 25 Lb e Venatur 17Lb e 25Lb 6.0'
e carretilhas Venatur da Mariner Sport e Caenan Shimano abastecidas com linha Power Pro 8 fios de 40Lb e Leader de 50 Seaguar  iscas de superfícies, hélices, meia água e jigs partimos para o primeiro dia como o nosso guia James.

Nada tão diferente da pesca do Tucunaré que praticamos aqui na região amazônica grandes estouros e fisgadas foram nas iscas de hélices a unica diferença como o local é pouco explorado muitos Tucunarés Açus foram fisgados nas lagoas da região, como podemos ver nas lindas fotos:




Entre outras espécies que gosto também e fisgar as Cachorras nas corredeiras das pedras do Rio Orinoco, são briguentas e pegadas fortes:
Como disse no começo do meu relato para mim foi uma grande aventura e pescaria como também conhecer este local e conviver numa comunidade indígena colombiana e o fato mais curioso distante da capital e com sinal de tv e internet com horário controlado de doze horas o suficiente para se comunicar com a nossa família.
Isso foi também um fato que impressionou bastante uma comunidade com sala de aula e sinal de internet via satélite oferecida pelo governo federal colombiano dentro da selva, esse é um diferencial o qual não temos em nosso pais. 
Gostei bastante tudo organizado e com certeza voltarei neste lugar e explorar novas lagoas em busca de fisgar mais Tucunarés Açu com certeza recomendo este desafio e para maiores contatos sobre este lodge só entrar em contato com a 3H Fishing com Diógenes Hoffmann e Jack Hoffmann.





Ratinho - Amazon Adventure - SIRN

Conhecer Santa Isabel do Rio Negro na região amazônica e pescar em áreas   poucas exploradas em buscas de gigantes Tucunarés Açu foi  minha ultima pescaria junto com parceiro Fabinho a bordo deste magnifico barco hotel Amazon Adventure administrado do nosso ilustre amigo Flavio Talmelli e seus colaboradores e excelentes guias de pesca conhecedores de vários pontos de pesca dos rios afluentes do Rio Negro. Pescar neste incrível lugar era nossa grande chance de entrar no grupo de 20 libras e fisgar um gigante e buscar sempre o record pessoal. O que deixava-me muito confiante são os guias muitos experientes e cada ponto de pesca eu meu parceiro vibrava muito e cada explosão nas batidas dos trabalhos de nossas iscas.


Sempre utilizando nossos equipamentos de pesca, varas Redais 17 e 25 lb e varas Venatur também das mesma libragens  com carretilhas Venatur Lite abastecidas com linhas de multifilamentos Power Pró oito fios e leader Seaguar de 50 Lb e diversas iscas tais como, hélices, superfícies, meia água, jigs e borrachas nossas expectativas era trabalhar dos melhores pontos e fisgar um gigante, não foi uma pescaria com grandes quantidades porém quando tinha ataques deles na beira nosso aproveitamento com certeza nós fisgamos bons exemplar.



A cada ponto era uma grande chance vimos vários Tucunarés atacarem nas lagoas mas em virtude das fortes chuvas da região e consequentemente provocando repiquete no rio e lagoas os peixes estavam bem manhosos mas não desistíamos jamais em buscar um grande exemplar e até que num arremesso certeiro do Fabinho trabalhando sua isca de superfície bem perto do nosso barco uma pegada muito forte de um gigante Tucunaré de 21 lb ai meu amigo adrenalina foi a mil e curtir as lindas fotos e comemorar numas das prainhas do Rio Téa.




Um lindo Tucunaré Açu e o Fabinho batendo seu record pessoal ótimo trabalho de trazer até o barco e por nos braços para lindas fotos e devolver ao seu lugar de origem e trazer para outros parceiros a felicidade de fisgar este lindo peixe.
Pescar neste rio, ressacas e alguma lagoas bons resultados nós buscávamos com trabalhos forte e debaixo de um sol lascado e a umidade da alta floresta amazônica  e cada ponto várias ações e nossas varas bebendo água e mais ótimos exemplares foram fisgados.


Uma pena que o bom passa muito rápido pescar nesta região amazônica é desfrutar das lindas paisagens, ver de perto nossa fauna com seus lindos pássaros e animais bem como proporcionar ótimas ações na pesca esportiva deste peixe incrível e bem cobiçado pelos pescadores.
Ir atras dos troféus são nossos objetivos e já estamos contando os dias para próxima pescaria na Colômbia. Estar aqui bem próximo deste pais vizinho já podemos pensar em ótimas ações  e quem sabe neste novo desafio possamos cada vez mais bater nossos recordes pessoais.
Com certeza indico aos nossos amigos pescadores a conhecer esta região de SIRN estar a bordo deste lindo barco hotel Amazon Adventure e curtir uma semana com grandes expectativas de fisgar um belo exemplar de Tucunaré Açu.