Ratinho - Ecolodge da Barra

Ouvi comentários de amigos pescadores que estiveram no Ecolodge da Barra que era muito bom e um lugar exuberante tanto na beleza bem como nas capturas de peixes, eu digo além este lugar não é bom é simplesmente espetacular só estando lá pessoalmente para ver como esta pousada flutuante de nível cinco estrelas tem para oferecer tanto no atendimento bem como nas acomodações e fora a receptividade de seu colaboradores tudo comandado por uma pessoa brilhante chamada Roberto de Carvalho Veras e sua esposa Dag Veras. Partindo de São Paulo até a capital do Amazonas Manaus pernoitamos e logo na parte da manhã do dia seguinte junto com nosso grupo de pessoas acompanhado com pessoal receptivo partimos para um aeroporto de pequeno porte, onde pegamos um voo de Manaus até a comunidade Barra de São Manoel  nosso destino final encontro das águas do Rio Juruena e Teles Pires formando o Rio Tapajós bem na fronteira dos três estados Mato Grosso, Pará e Amazonas. Voo tranquilo de quase duas horas onde podemos observar as belezas da floresta Amazônica rodeadas de rios e lagoas.
Durante nossa viagem o grupo o qual estava bem animado e observando a belezas naturais do Brasil as horas de voo passaram rápidas e a minha ansiedade de chegar ao destino era grande tanto de conhecer a estrutura como também de montar os equipamentos de pesca, para começar a pescar logo na manhã do dia seguinte.


Logo na chegada este cartão postal a simples comunidade com pessoal de muito valor e a tríplice fronteira formada pelos dois rios a direita abaixo o Juruena, a esquerda Teles Pires e acima foto central o Tapajós.
Após toda recepção calorosa do povo da comunidade bem como dos colaboradores da pousada inclusive do ilustre amigo Betão, partimos para a base para acomodações dos quartos e almoço. 
No período da tarde começamos a montagem dos equipamentos bem como apresentação dos guias para cada dupla, o nosso guia chamado Branco morador da comunidade e conhecedor de todos os possíveis pontos para capturas dos peixes predadores que queríamos fisgar, Cachorras, Tucunarés e Aruanã.   
Utilizei nesta pescaria Vara Black Mamba 17 lb Redai com carretilha Venator Marine Sport, Vara Onion 20 lb com Carretilha Onion Sumax e Vara Rapala Gold 20 lb com Carretilha Daiwa Tatula todas equipadas com linha Power Pró 8 fios 0,40 mm e Leader 50 lb, iscas artificiais superfície, meia água e jigs.
Nos seis dias de pesca em diversos pontos atravessando igarapés empurrando o barco bem como caminhando dentro da mata explorando lagoas como podemos observar pelas fotos abaixo:



conseguimos obter excelentes resultados fisgando todos os peixes do nosso objetivo como podemos ver nas fotos abaixo:







é de arrepiar cada vez que fisgava este gigantes adrenalina tomava conta muito bom estar num lugar e conquistar estes lindo peixes e cumprir com o objetivo.
Outra coisa bacana que aconteceu durante nossa estada na pousada além de fazer novas amizades conhecemos duas grandes personagens da pesca esportiva Steve Townson Amazon-Angler aventureiro como eu e apaixonado por pescarias radicais e fabricante de jigs que apresentam excelentes resultados e o cinegrafista Bill Day norte americano gravando videos para seu canal no YouTube Bills Channel onde podemos trocar informações de excelentes pontos de pesca
O que é bom dura pouco, passou a semana muito rápido estar neste lugar da vontade em estender as pescarias mas temos que ir e dar espaço para outras turmas, estar nesta semana de Julho no Ecolodge da Barra estava em meus objetivos e francamente não tem preço em conhecer esta grande estrutura tanto na excelente hospedagem bem como no lugar onde podemos cumprir com as grandes fisgadas, portanto mais uma vez eu recomendo este lugar pois vale a pena e com certeza retornarei o mais breve possível.

Ratinho - Pescaria em Igaratá-SP

Minha intensão quando adquiri meu Quest 268 era levar para este município de São Paulo chamado Igaratá onde tem uma linda represa formada pelos Rio Jaguari e Rio do Peixe e suas maravilhosas residencias em torno dos lagos, equidistante 130 Km de onde eu moro, lá sabemos que podemos pescar e fisgar diversos tipos de peixes esportivos tais como Tucunarés, Tilápias, Piabanhas, Corvinas entre outros. Diversas marinas estão localizadas em torno da represa oferecendo serviços de qualidade e segurança para seu clientes, dentro destas escolhi a Marina Castelo pessoal bem receptivo e serviços confiáveis.


Aproveitando o máximo o Quest 268 chamei meu amigo e guia da região Ricardo Gavazzi para pescar comigo e meu parceiro para testar se o bass boat estava em perfeita condições de uso e navegação, pequenos ajustes ainda são necessários mas nada que pudesse interferir nas pescarias, meu motor ainda está com poucas horas de uso muito pouco a fazer, e durante navegação o importante era descobrir os melhores pontos e passar o dia nos divertindo e trocando idéias  sobre tudo de pesca e navegação, aproveitando bem o dia ensolarado curtindo uma ótima pescaria ao lado de pessoas super agradáveis.
Após tudo revisado navegamos pelas águas desta enorme represa em vários pontos de pesca na tentativa de fisgar bons exemplares iniciamos nossa pescaria e para mim a primeira no Quest 268 porque lá eu sei que vou encontrar peixes predadores e com certeza irão atacar as iscas artificiais.
Usando equipamentos leves varas 8 a 14 libras, carretilhas de perfil baixo, linhas multifilamento 20  a 24 libras, leader 20 libras e diversas iscas meia água e superfície tamanhos pequenos, começamos a iniciar primeiros arremessos e ataques dos bocudos.



Enquanto nosso guia e eu arremessava com iscas de meia água, meu parceiro começou arremessar com iscas de superfície Rebel bons resultados foram obtidos como podemos ver neste lindo Tucunaré de 2 Kg esse já é considerado um grande exemplar aqui nas represas da Capital São Paulo.

Fala sério em este parceiro tem sorte de mais trabalhou a isca na superfície e fisgou este lindo bocudo, continuando nosso trabalho e outros pontos fisgamos também lindos peixes.
Agora me encontrei nesta linda represa só partir em busca dos grandes bocudos e outras espécies, lugar não muito longe e com grandes possibilidades de fisgar lindos peixes.

Ratinho - Pesca Extrema

Olá meus amigos pescadores desta vez tive o imenso prazer em conhecer esta turma muito bem comentada diariamente através das redes sociais que são Yuri Mamede e Henrique Oliveira, ambos proprietários da Pesca Extrema situado na região do Nordeste e o local onde pescamos no estado do Rio Grande do Norte na cidade de Porto do Mangue uma comunidade de 4000 pessoas que vivem a base da pesca local e da produção do Sal, um paraíso com lugares incríveis e um povo muito simples e hospitaleiro, mas tudo começa no ponto de encontro no aeroporto de Fortaleza e posteriormente partimos rumo a cidade de Porto do Mangue equidistante 300 km da capital cearense.
Durante viagem conversamos bastante sobre a pesca de fisgar Robalos, quais tralhas mais recomendáveis tais como: varas e suas respectivas libras, carretilhas, iscas artificias e peso de cada jig hads, uma vez que a cada maré vem com uma velocidade de águas do mar para o rio e seu recuo e neste fator o importante do trabalho das iscas eram bater no fundo para que o Robalo fisgasse os camarões artificias como também apreciar lindos lugares durante viagem, um papo muito descontraído entre nós.

 Meus equipamentos que eu utilizei durante a maior parte das pescarias foram varas 6.6 - Major - 6.0 - Sumax Pluma - 6.6 Good Fishing - todas com até 20 libras exceto a ultima até 30 libras, carretilhas Shimano Cronark - Venator by Johnny Hoffimann - Daiwa Tatula - linhas de multifilamento 8 fios Power Pro - Leader de Fluor até 80 libras, variadas cores e tamanhos de iscas Camarões Monster 3X e Jig Hads com peso até 35 gramas dependendo da força da água entrando ou saindo conforme a maré utilizávamos Jig Hads pesados para bater no fundo mesmo.

Mas sabíamos que a pesca de Robalos é uma pesca técnica e de muto trabalho de ficar jigando nos melhores horários das marés e esta também tem horários diferentes tivemos dias que acordávamos as quatro hora da manhã como também tivermos dias que saímos após as nove horas então tínhamos que ter   muita paciência, porém a ansiedade  em poder fisgar um Robalão era enorme diante disto partimos para o primeiro dia e não obtivermos grandes resultados peixes pequenos das mais variadas espécies tais como: Bagres, Baiacu, Robalos pequenos entre outros, mas todos nós estávamos firme e confiantes que durantes os dias de pesca iriamos ter grandes em poder fisgar um Robalo grande a expectativa era acima de dois dígitos.
Dias após e muito esforço e trabalho de arremesso bem como os das iscas artificiais e sempre esperar a hora certa por que diariamente o vento atrapalhava todo nosso esquema e quando o mesmo nos dava uma trégua, por nossa insistência em fisgar grandes exemplares, começamos a fisgar os maiores e a sensação de ver a linha correr e receio de perder o peixe minha adrenalina chegava a mil e com muita paciência e trabalho de vara e barco conseguimos embarcar o tão sonhado peixe, como lhe disse o sonho era acima de dois dígitos porém embarcamos em pontos muito perto dois de oito kilos, como podemos ver nas fotos seguintes:



    Como posso dizer muito vibrante sentir nas mãos este peixe, adrenalina corre em todo seu corpo durante o trabalho a técnica em trazer até o barco muita concentração por que perder um desses nem pensar não é igual aos outros predadores que acostumamos fisgar em abundancia esse tem hora certa, é manhoso e tem que ser do jeito dele, por isso meus amigos nesta  pescaria fiquei muito feliz e mais um dos meus objetivos cumprido.
Não tenho duvidas do local e de conhecer esta grande dupla de parceira Yure e Henrique vale a pena conhecer este lindo lugar e não é por acaso que grandes empresas tais como Fish TV, Pesca & Cia entre outras procuram para expor matérias do local, como também agradeço mais uma vez o pessoal da 3H Fishing por ter feito todo o contato e ter me proporcionado este grande momento de alegria, portanto amigos pescadores vale a pena conhecer estes meninos, eu recomendo, até a próxima pescaria.


Ratinho - Rio Água Boa 2015 - Roraima

Olá galera da pesca esportiva minha temporada de pescarias em diversos pontos deste mundo a fora iniciou neste ano de 2015. E pra começar nada melhor de rever os amigos que encontramos no Rio Água Boa situado no estado de Roraima, neste meu terceiro ano consecutivo fato curioso é que ao chegar ao destino onde ficamos sempre, logo pude observar o quanto o rio estava seco bem no encontro das águas com o Rio Branco, mas logo pensei deve estar só por aqui mas não quando comecei a navegar rio acima comecei entrar em choque pelo nível das corredeiras e ai comecei a pensar esta pescaria seria uma das mais trabalhosas em poder fisgar um grande exemplar uma vez que, entrar nas lagoas mesmo arrastando o barco despenderia muito do meu tempo.
Pensando em tudo neste níveis tão baixos de nossos rios, comecei a pensar como devemos economizar o consumo de nossas águas que utilizamos diariamente, a falta de água em nossas represas e rios podem desequilibrar todo sistema ecológico e riquezas das nossas espécies que tanto tentamos preservar bem como também o fator da falta de água não conseguimos gerar energias suficientes para demanda que precisamos mover nosso pais, portanto é importante nós economizar água que consumimos e rezar para que chova nas cabeceiras dos rios, o que atualmente não está acontecendo.  
Mas mesmo com tudo isso não deixei de ficar em cabeça baixa minha vontade mesmo era tentar fisgar pelo menos uns bons exemplares para o inicio desta temporada uma vez que como conheço muito bem este local de pesca e sabendo que lá podemos encontrá-lo, parti para minhas pescarias mesmo sabendo que pescar no rio não seria tão aproveitoso quanto nas lagoas.
Preparei minha tralha utilizando varas de até 20 libras das marcas Sumax e Rapala, carretilhas Shimano Cronarch e Calais, Sumax Onion e Marine Sport Venator e diversas iscas artificias de superfície bem como meia água, jigs, hélices e até mesmo spinning baits consegui fisgar exemplares bons como poderemos conferir nestas fotos:



Tai meus amigos estes foram os maiores que saíram em diversas tentativas no rio agora imagina se fossem nas lagoas era de arrepiar qualquer pescador, mas vamos dizer a emoção maior é quando este Tucunarés explodem na água, mesmo assim com tudo isto que estão acontecendo com nossa natureza, o Rio Água Boa é um dos melhores pontos de pesca esportiva e com certeza voltarei ano que vem torcendo que o rio esteja na condição navegável sem perda do nosso tempo em chegar rápido nos melhores pontos.